terça-feira, dezembro 21, 2004

 

madrigal à cidade

Sobre a cidade de Lisboa. Para a Lisboa dos amantes, dos navios a ver poetas. Do alto dos Miradouros, de dentro dos Cafés, nas ruas à noite, de cigarro na mão nas ruas ao sol. Enquanto houver mundo debaixo dos pés, e enquanto houver madrugadas frias junto ao rio, e manhãs nascendo para dentro de Águas Furtadas. Para Lisboa, do mês de Dezembro em diante. As palavras merecem esta cidade.

(Baixa-Shiatsu é também um projecto de Spoken Word ainda sem currículo)

Comments:
É preciso continuar a perder todos os eléctricos.

E ao mesmo tempo participar na mudança.

Do centro da cidade à periferia das letras.


Abraços, João Pacheco.
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?