sábado, março 19, 2005

 

Agência de detectives Paul Auster

Paul Auster em Lisboa, em Abril (Culturgest sala 2 dia 29 às 21h30)


O homem levantou-se cedo no desconforto de um quarto de hotel em Lisboa. A luz (muito se tem dito dessa luz!) instalou-se sem pudor nesse quarto alto de hotel com cidade em baixo – também a cidade reflectia como espelhos essa claridade abrupta – “que cidade tão branca, e parece tão lavada aqui de cima”, pensou.

O homem, assim, nu (uma nudez americana) veste um roupão vermelho – o mesmo que usa na sua residência Nova-iorquina e que aqui lhe empresta um pouco a sensação dessa familiaridade que ficou depois do mar (sensivelmente na mesma latitude onde agora está, será?). Veste o roupão vermelho de um cetim usado, usa-o aberto e põe-se à janela a ver a Lisboa amanhecida. Pensa: “que coisa bonita e que saudades tinha já! Para que lado é o rio? O Tejo…”

Vai até ao telefone. “Bom dia, podem trazer-me o pequeno-almoço? É possível arranjar-me também uns Pasteis de Belém? Muito Obrigado. Bom dia! …Ah! e o New York Times, têm? Obrigado”.

Um banho frio para lembrar Brooklyn neste último Inverno, ou a fome e outras privações que passou na Europa antes de ser um escritor famoso. A barba ficará assim por fazer “não me apetece mostrar-me demasiado aprumado”. Um ar desarrumado de escritor da Geração Beat, que às vezes gosta de parecer, embora saiba que é demasiado novo e com bastante saúde ainda para o conseguir. Lá vão os tempos de assumida marginalidade e desrespeito pela mentirosa higiene social.

Tomou o pequeno-almoço, vestiu-se lentamente, fumou um cigarro. Olhou o jornal e pensou telefonar para casa… “não, é demasiado cedo…”

Ainda é cedo e a pequena comitiva responsável pela sua presença aqui tardará a chegar. Decidiu descer até a recepção e experimentar a manhã. “Olá! chamo-me Paul Auster, estou no 815. Espero umas pessoas da (pausa para lembrar o nome) Culturgest que chegarão entretanto, estou sem telefone e vou dar uma volta. Espero voltar antes deles, mas se me atrasar diga-lhes que…”

Comments: Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?