sexta-feira, junho 10, 2005

 

A pátria de Camões



“Não mais, Musa, não mais, que a lira tenho
Destemperada e a voz enrouquecida,
E não do canto, mas de ver que venho
Cantar a gente surda e endurecida.
O favor com que mais se acende o engenho
Não no dá a pátria, não, que está metida
No gosto da cobiça e na rudeza
Duma austera, apagada e vil tristeza.”

Comments: Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?