terça-feira, setembro 06, 2005

 

Arte

Era um amante das artes mas não suportava escultura e solos de guitarra. Também não gostava de pintura. Desinteressava-lhe tudo depois de Picasso (o último pintor, dizia, embora nem neste caso lhe agradasse o estilo) e o que antes de Picasso constituía a História da Pintura entediava-o. Sentia que já tinha visto e revisto tudo o que os séculos de pintura souberam oferecer.

Os conceptualistas, munidos de referências pós-estruturalistas (os ingleses, os japoneses, todos) de Duchamp a Avelino Ferreira Torres eram, na sua opinião, apenas proto-conceptualistas, faltando-lhes ainda, dizia-o, o busílis da questão.

Sentimento este que se estendia das artes plásticas à música. Nem jazz, nem rock industrial, electrónica minimalista, Tony Carreira ao vivo no Coliseu de Lisboa, música erudita, étnica, precisa, improvisada, nada conseguia apaixoná-lo e tocar-lhe em alguma corda sensível.

Bem como as artes de palco. O teatro era-lhe impossível, detestava actores, bailarinos, dramaturgos, encenadores, anões à porta de bares, fazia-lhe espécie o entretenimento e o espectáculo.

Não via também qualquer resto de beleza na arquitectura. Depreciava tudo o que tivesse sido erigido com assinatura. Era incapaz de se mover em espaços que roçassem a perfeição. Por exemplo, quando entrava em Serralves, sentia logo uma vontade incontrolável de sair de Serralves.

Dormia no cinema. Dormia ainda mais caso o filme tivesse sido bem cotado em estrelas pela crítica dos jornais. Comprava os jornais apenas para fazer Su Doku. Nos restaurantes comia omeletas com vinho carrascão tinto.

Para ele, Joyce era apenas uma parte da expressão “tudo Joyce” e Ulisses um calce nos pés de uma cómoda periclitante e vulgar em pinho escurecido. Uma cómoda de família sem relevante design.

Ele era misantropo mas amava as artes.

Comments:
o que tu queres sei eu!
.
.
.
.
isso é já parte do tal diário a ver a luz da Baixa?
.
.
JP
 
Pois eu cá gosto de ler textos assim. Se é arte ou não, eis a Kuestão. Mas esponjo-me e ronrono ao ler coisas bem escritas, isso...
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?