domingo, outubro 23, 2005

 

Joana d’AR.CO

eu vi Joana d’AR.CO
acender o fogo no princípio da noite
ateando as páginas da lista telefónica
queimando toda a rede fixa da zona de Carcavelos

usava paciência pinhas e lenha seca
era a padeira fazendo as brasas cheirando a cinza
cantava alto canções muito brasileiras
era a mulata fazendo o pão

e eu com todos os meus soldados mortos
tinha a batalha perdida
a armada vencida os navios em chamas

Joana d’AR.CO com sal nos braços cabelos de fumo
sorria e chamava-me para o tapete
onde comemos saladas e coisas marinhas

dançámos depois todas as mornas de Cabo-Verde

Comments: Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?